Receitas, dicas culinárias, restaurantes e viagens. Aprecie sem moderação!

Receitas, Sopas

Receita de Caldo Verde

O caldo verde é uma das receitas tradicionais portuguesas que mais amo, além de ser perfeito para dias mais frios.

O Caldo Verde é a mais tradicional das sopas portuguesas, geralmente servida ao final da refeição ou como ceia. Geralmente servido em uma tigela (malga) de barro e acompanhado de broa de milho. Chama-se “caldo verde” por ser feita, geralmente, com couve galega e é típica da região norte de Portugal. É uma sopa medianamente espessa e de cor predominantemente verde, uma vez que a couve é cortada em tiras bastante finas.

Outro detalhe importante: esta sopa geralmente contém rodelas de uma linguiça chamada salpicão, mas é um pouco mais difícil de encontrar. Geralmente faço com chouriço português, solta um pouco de cor do colorau, mas fica igualmente delicioso. Claro que nunca será igual ao feito por qualquer amiga minha portuguesa, mas digamos que a receita que segue abaixo dá para o gasto.

Receita de Caldo Verde

Ingredientes

  • 1 l de caldo de legumes;
  • 400 g de batata;
  • 250 g de couve;
  • 180 g de chouriço;
  • 100 ml de azeite extra-virgem;
  • 2 dentes de alho;
  • 1 cebola média;
  • Sal e pimenta;
  • Pão fresco para acompanhar (ou broa de milho, que é o tradicional).

Modo de preparo

Aqueça um pouco de azeite em uma panela e refogue a cebola descascada e picada em cubos. Assim que estiver transparente, adicione o alho descascado, picado e sem o miolinho. Refogue por mais 2 minutos e adicione as batatas descascadas e cortadas em cubos. Adicione o caldo de legumes e cozinhe até que a batata esteja desmanchando.

Quando estiver cozido, processe no liquidificador, formando um caldo cremoso. Leve de volta ao fogo e ajuste sal e pimenta. Adicione a couve picadinha e o chouriço cortado em rodelas e cozinhe por mais alguns minutos. Prove e ajuste o tempero (se necessário) e ao servir, regue com bastante azeite.

— — —

Sei que este blog está fraco no quesito comida portuguesa, mas siga a TAG que eu prometo alimentá-la bem nos próximos meses!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.